sábado, 27 de dezembro de 2014

Um apanhado de palavras sobre 2014



I X Me

Fim de ano traz um clima de retrospectiva, daquela vontade de mudança. Penso ser de sumo crescimento e amadurecimento interno este movimento de reflexão sobre nós em vários momentos e não apenas na delimitação do tempo feita pelo homem, a passagem do ano.
Mas, como é acentuado no fim do ano fiquei com vontade de expor minhas considerações sobre 2014 aqui.
Fiz diversas escritas em papéis avulsos, no meu diário e cheguei ao pensamento que de todas as coisas realizadas, de todas mudanças a mais significativa e que é a base das outras, é o olhar que estou tendo para mim.
Passei por perdas de certezas, daquele sentimento de que tudo tem um fim. Agregado a isto, vieram  leituras significativas, psicoterapia, muitos cafés filosóficos com amigas e principalmente com a minha irmã, reflexões, escritas frente a janela e um pouco a mais de vivências que estão me fazendo perceber a Andressa, a minha verdade. Quem sou eu no meio disso tudo chamado sociedade.
Pode parecer bobo, porém penso que o encontro mais difícil e mais maravilhoso é  quando ficamos frente a frente conosco. Assumir as responsabilidades das nossas escolhas, as nossas verdades, lidar com todas as nossas formas de expressão, com a solidão, com dias tediosos, com choros, sorrisos, sonhos, traz a nossa autenticidade. O nosso verdadeiro eu.
Este descobrimento vem me permitindo vivenciar momentos fora da minha zona de conforto. Assim, ocorreram várias coisas inesperadas, porém frutos da minha abertura ao mundo. Ai vão alguns deles:

Fui para São Paulo participar de um espetáculo dirigido por uns português no SESC, sem saber como seria. E foi maravilhoso o contato com outras pessoas e o sentimento de que sou capaz.

Apresentei no congresso de Psicologia.

Viajei para Belo Horizonte, Ouro Preto.

Fui no show do Marcelo Jeneci. Na exposição do Castelo Rá-Tim-Bum.

Abri meu brechó online.

Fiz novas amizades.

E muitas outras vivências encantadoras e outras não e isto que está sendo bom, o equilíbrio, sem excessos de felicidade ou sofrimento.
Para o ano de 2015 que essa viagem interna continue....

5 comentários:

Cleber Felipe disse...

Sim, Andressa!!!
Sua viagem tem mesmo de continuar na próxima temporada...
Boa sorte, bons aprendizados, grandes descobertas mais, ótimos mergulhos em temas e situações diversas. Ah! e penso que você tirará de letra os possíveis tropeços e obstáculos do capítulo a seguir.
Sendo assim, até 2015 :D

Elisa Mello disse...

Que bacana seu ano, espero que seu 2015 seja maravilhoso assim também :)

Washington Albuquerque disse...

ei tu, de fato tu conseguiu obter uma das maiores conquistas dentre todas as pessoas que ouvi falar deste ano, um encontro com si mesma, uma visão de fora, um entendimento, isto é uma delícia, tive uma explosão mental na metade deste ano e só agora nos últimos meses, refletindo e refletindo consegui ver isto também, parar frente a frente e observar tudo e isso é bom, fez bem rs enfim, é bom.

boas festas e que 2k15 bombe de conquistas pra tu :DDD

Joana Carolina disse...

Ainda não aprendi a me achar mesmo com todos os textos escritos em momentos aleatórios e reflexões filosóficas. Admiro quem consegue avançar nisso. O maior desafio para muitos é esse, e acho que essa busca vale a pena.Adorei seu blog. E bom 2015 ^.^


http://pinceluar.blogspot.com.br/

Andressa disse...

Obrigada pessoal pelo retorno e pelo compartilhamento das experiências que tiveram.

Postar um comentário

 

Template by Best Web Hosting